FHC, imortal

Publicado em:

Fernando Henrique Cardoso tomou posse ontem na Academia Brasileira de Letras. Integrar o mais alto c√ɬ≠rculo liter√°rio do pa√≠s √© homenagem mais que justa ao presidente que mudou o Brasil e ao intelectual que, h√° mais de cinco d√©cadas, dedica-se a estudar e buscar caminhos para um mundo melhor. Agora imortal, o presidente ocupa a cadeira 36 da Academia, cujo patrono √© o poeta Te√≥filo Dias e j√° foi preenchida, entre outros, pelo diplomata e fil√≥sofo Jos√© Guilherme Merquior. Ele sucede na vaga ao jornalista Jo√£o de Scantimburgo. A elei√ß√£o ocorreu em junho √ļltimo. Formado em ci√™ncias sociais pela USP em 1952, aos 82 anos Fernando Henrique mant√©m-se um ativo pensador, intelectual, debatedor e formulador. N√£o apenas no Brasil, como ao redor no mundo, a exemplo da intensa participa√ß√£o que mant√©m no grupo de ex-l√≠¬≠deres globais que se dedicam √ɬ† defesa da paz e dos direitos humanos. Sua obra acad√™mica e liter√°ria inclui mais de 40 t√ɬ≠tulos, desde o cl√°ssico “Depend√™ncia e Desenvolvimento na Am√©rica Latina”, escrito em conjunto com o chileno Enzo Faletto no fim da d√©cada de 60 e j√° editado em 16 idiomas, at√© o mais recente “Pensadores que inventaram o Brasil”, lan√ßado neste ano pela Companhia das Letras. T√£o extensa produ√ß√£o revela tamb√©m o esp√ɬ≠rito que quem, de maneira incans√°vel, debru√ßa-se em pensar o Brasil, buscar maneiras de melhorar a vida do nosso povo e, ao mesmo tempo, tamb√©m se lan√ßa a discutir os grandes temas do mundo, como as novas pol√≠ticas de combate ao tr√°fico de drogas e as novas formas de preven√ß√£o ao uso. A elei√ß√£o para a Academia √©, ainda, o reconhecimento do muito que o presidente que governou o pa√≠s entre 1995 e 2002 fez pelos brasileiros. O Brasil, tal como hoje o conhecemos, tem em Fernando Henrique Cardoso seu principal arquiteto e um de seus maiores engenheiros. N√£o se pode nunca perder de vista que, 20 anos atr√°s, o Brasil era um pa√≠s √ɬ†s voltas com uma infla√ß√£o que chegava a quase 2.500% ao ano, com mais de 40% das pessoas vivendo na pobreza, rec√©m-sa√≠¬≠do de um per√≠¬≠odo de duas d√©cadas de ditadura e onde um presidente acabara de ser afastado por impeachment. Foi este Brasil que, em apenas dois mandatos, Fernando Henrique e o governo do PSDB transformaram num pa√≠s de economia est√°vel, com uma ampla rede de prote√ß√£o social – capaz de atender, j√° naquela √©poca, mais de 6 milh√Ķes de fam√ɬ≠lias – e com milh√Ķes de cidad√£os em processo de ascens√£o social, gra√ßas √ɬ†s novas oportunidades criadas a partir da estabiliza√ß√£o e da moderniza√ß√£o da economia empreendidos na gest√£o tucana. Marca indel√©vel de seu governo tamb√©m foi o respeito pelos preceitos democr√°ticos, a liberdade de express√£o e a conviv√™ncia respeitosa com os advers√°rios pol√≠ticos, jamais tratados como inimigos – algo que acabou, infelizmente, tornando-se a t√īnica no Brasil desde ent√£o. O apre√ßo pela democracia e a preocupa√ß√£o em alargar os limites da liberdade, da representa√ß√£o e da manifesta√ß√£o popular marcaram o discurso de Fernando Henrique ontem na Academia. “Desenvolvimento, democracia, liberdade e igualdade eram e continuam a ser nossa obsess√£o. A esses objetivos dediquei meus esfor√ßos como intelectual e tentei alcan√ß√°-los em minha pr√°tica pol√≠tica”, afirmou. Fernando Henrique Cardoso √© parte relevante da hist√≥ria brasileira e da constru√ß√£o de um pa√≠s melhor, tal como ainda continuamos a buscar. √Č ator central do nosso processo de moderniza√ß√£o, das nossas conquistas democr√°ticas, da defesa da liberdade de pensamento e de iniciativa. Com sua impec√°vel e invej√°vel jovialidade, ainda tem muito a contribuir para tornar o Brasil a na√ß√£o que merecemos ser. Ao presidente, nossa singela homenagem.

Os coment√°rios est√£o desativados.

Cadastre-se e receba as novidades do ITV

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670