Depois do Petrol√£o, o “Pensal√£o”

Publicado em:

No come√ßo era o mensal√£o, que a hist√≥ria converteu em mera “piada de sal√£o”, como profetizara Del√ļbio Soares. Depois veio o petrol√£o, que arrasou a outrora maior empresa p√ļblica do pa√≠s. Seu primo-irm√£o foi o eletrol√£o, com o curto-circuito que incinerou as estatais do setor de energia. Agora √© a vez do “pensal√£o”, sorvendo a poupan√ßa que milh√Ķes de trabalhadores tinham depositada em fundos de pens√£o.

Assim pode ser resumida a saga de assalto do PT aos cofres p√ļblicos ao longo dos 13 anos e 8 meses de desgoverno comandado pelo partido. N√£o houve limite para a sanha dos partid√°rios de Dilma e Lula, os mesmos que agora ocupam ruas para dizer que defendem o “patrim√īnio do povo” de “golpistas”. Curiosa no√ß√£o esta gente tem das coisas.

Na¬†opera√ß√£o¬†deflagrada ontem pela Pol√≠cia Federal, foram identificados desvios de R$ 8 bilh√Ķes em quatro dos principais fundos de pens√£o do pa√≠s. Todos eram controlados pelo PT e pelo PMDB. Entre os sorvedouros do dinheiro dos trabalhadores nos fundos est√° o edif√≠cio onde Lula tem um tr√≠plex √† beira-mar.

A suspeita em rela√ß√£o aos maus neg√≥cios feitos por estas entidades, convertidas em bra√ßos do aparelho petista, haviam sido levantadas pelo¬†PSDB, que h√° dois anos solicitou as investiga√ß√Ķes. O rombo pode ter chegado a R$ 50 bilh√Ķes.

Estima-se que 1,3 milh√£o de pessoas tenham sido lesadas. S√£o trabalhadores, aposentados e pensionistas, gente que o PT bate no peito para falar que defende. V√™-se com clareza como… Gente que teve suas poupan√ßas com vistas a uma aposentadoria mais tranquila dragada pelos gatunos petistas. Pessoas que hoje j√° perdem parte de seus sal√°rios para ter que cobrir os rombos criados pela roubalheira patrocinada pelo PT.

A atua√ß√£o temer√°ria dos fundos de pens√£o das maiores estatais, como Previ (Banco do Brasil), Funcef (Caixa), Petros (Petrobras) e Postalis (Correios), j√° havia sido alvo de uma CPI na C√Ęmara. Como resultado, os oito meses de investiga√ß√Ķes encontraram irregularidades que levaram √† sugest√£o de 353 indiciamentos ao Minist√©rio P√ļblico.

Em¬†estudo¬†recente, o Instituto Teot√īnio Vilela mostrou que a destrui√ß√£o dos fundos de pens√£o foi obra de longo prazo dos petistas. O d√©ficit nas contas dessas organiza√ß√Ķes cresceu 16 vezes desde 2010. Em cinco anos, as entidades de previd√™ncia complementar acumularam rombo de R$ 153 bilh√Ķes. Metade deste valor deu-se apenas no ano passado.

As revela√ß√Ķes da Opera√ß√£o Greenfield tornam ainda mais prementes as mudan√ßas propostas em¬†projeto de lei do Senado¬†(n¬į 388/2015) de autoria do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), relatado pelo senador A√©cio Neves. A proposi√ß√£o disciplina a escolha de diretores de fundos de pens√£o, reduzindo a influ√™ncia pol√≠tica e impedindo que dirigentes partid√°rios tomem assento no comando destas institui√ß√Ķes. √Č hora de defender, de fato, o patrim√īnio do trabalhador.

Os coment√°rios est√£o desativados.

Cadastre-se e receba as novidades do ITV

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670