Veja os discursos dos senadores do PSDB no julgamento do impeachment

Publicado em:

Chegou ao fim, ap贸s quase nove meses, o processo que culminou no impeachment de Dilma Rousseff. O afastamento definitivo foi aprovado pelo voto de 61 dos 81 senadores presentes na sess茫o hist贸rica desta quarta-feira (31). Mais uma vez, a bancada do PSDB foi un芒nime em seu posicionamento favor谩vel 脿 perda do mandato presidencial, por acreditar que ficaram provados, no relat贸rio apresentado por Antonio Anastasia, os crimes de responsabilidade cometidos pela petista 鈥 edi莽茫o de decretos or莽ament谩rios sem aprova莽茫o do Congresso e uso de bancos p煤blicos para cobrir despesas do Tesouro Nacional. Dilma Rousseff 茅 a segunda presidente cassada desde a redemocratiza莽茫o, 24 anos ap贸s o processo contra Fernando Collor de Mello.

 

Veja como se posicionaram os senadores do PSDB na 煤ltima etapa do processo de impeachment:

Antonio Anastasia (MG)
“No caso que est谩 em exame, houve autoriza莽茫o legislativa? Ela ocorre de acordo com o artigo 4潞 da Lei Or莽ament谩ria. Todavia, traz uma condi莽茫o. E a condi莽茫o 茅 a compatibilidade desse cr茅dito que est谩 sendo aberto com a meta estabelecida para o ano. Se est谩 comprovado de maneira exaustiva que n茫o havia compatibilidade, por inclusive uma confiss茫o do Poder Executivo, que encaminhou em julho o projeto de lei n潞5, que diz que a meta n茫o ser谩 alcan莽ada, como dizer que h谩 compatibilidade?”

C谩ssio Cunha Lima (PB)
“Talvez a maioria do povo brasileiro n茫o saiba detalhar as acusa莽玫es, mas sabe dizer as consequ锚ncias dos crimes que o povo brasileiro sentiu na pele: o desemprego que n茫o para de crescer, a recess茫o em tr锚s anos consecutivos, o com茅rcio fechando suas portas, as ind煤strias encerrando suas atividades, os juros na estratosfera, a volta da infla莽茫o”.

A茅cio Neves (MG)
“Hoje, o Brasil pode dizer sim, temos democracia, respeitamos a Constitui莽茫o e vamos punir quem n茫o a respeitou. O que vai ficar de todo esse epis贸dio 茅 um pa铆s mais forte, mais respeitado interna e internacionalmente, porque cumpriu a lei. O que vai ficar de tudo isso 茅 um pa铆s com esperan莽a, um pa铆s que volta a acreditar no seu futuro, um pa铆s onde as pessoas de bem se re煤nem, independente da sua convic莽茫o ideol贸gica, dos credos que praticam, mas que acreditem que, juntos, somos capazes de superar esse tempo negro que vivemos nos 煤ltimos anos”.

Jos茅 An铆bal (SP)
“Os crimes de responsabilidade fiscal est茫o muito bem caracterizados no relat贸rio do senador Antonio Anastasia. Essas pr谩ticas cont谩beis, criativas e delituosas s茫o abomin谩veis. Elas iludem as pessoas. O impeachment, nesse sentido, 茅 uma a莽茫o de defesa do Estado de Direito Democr谩tico contra a depreda莽茫o institucional e fiscal capitaneada pela presidente Dilma. 脡 a democracia se protegendo! Isso o PT n茫o aceita, por n茫o acreditar na for莽a da cidadania, n茫o respeitar as leis e n茫o acreditar que as leis s茫o para todos”.

Ata铆des Oliveira
“Seria uma imensa responsabilidade sequer cogitar a volta da presidente afastada. Isso provocaria um verdadeiro terremoto na nossa economia, com consequ锚ncias graves e profundas para todos os brasileiros. Estaremos finalmente livres desta chaga que 茅 o PT no governo brasileiro. Estaremos livres da incapacidade administrativa, da falta de di谩logo, da falta de 茅tica e da absoluta irresponsabilidade fiscal.”

Paulo Bauer (SC)
“Esse longo e triste processo de julgamento acontece porque o nosso pa铆s 茅 grande, 茅 forte, 茅 democr谩tico, 茅 livre e institucionalmente s贸lido. Esse processo acontece porque 茅 constitucional, acontece porque 茅 legal, porque 茅 juridicamente perfeito, pois obedece as normas aprovadas pelo Supremo Tribunal Federal”.

Ricardo Ferra莽o (ES)
“O que nos interessa 茅 a verdade dos fatos. Aquela que foi colhida em meses de trabalho e que est茫o no relat贸rio do senador Anastasia. 脡 a verdade que est谩 al茅m das naturais e leg铆timas paix玫es envolvidas num processo como este. Se h谩 uma certeza poss铆vel de se extrair de todo esse processo 茅 a de que a nossa democracia se fortalecer谩 ainda mais, assim como as nossas institui莽玫es”.

Flexa Ribeiro (PA)
“Os relat贸rios produzidos pelo senador Antonio Anastasia s茫o did谩ticos, convincentes e ricos em evid锚ncias da problem谩tica e traum谩tica segunda passagem de Dilma Rousseff pela Presid锚ncia da Rep煤blica. S茫o traumas que sentimos at茅 agora. Nossa economia luta para se recuperar da era Dilma”.

Dal铆rio Beber (SC)
Existe o convencimento de que os crimes de responsabilidade ocorreram quando da edi莽茫o de decretos promovendo suplementa莽茫o or莽ament谩ria e do uso do caixa dos bancos p煤blicos para suprir a falta de recursos do Tesouro Nacional para honrar os seus compromissos. A Lei de Responsabilidade Fiscal 茅 clara na reda莽茫o dessas pr谩ticas”.

Tasso Jereissati (CE)
“Voto pelo impeachment porque ningu茅m est谩 acima da Lei. A Presidente Dilma Rousseff mentiu para os brasileiros, com o 煤nico objetivo de reeleger-se, perdendo todas as condi莽玫es de governar um pa铆s como o Brasil, que agora precisa reunir for莽as para enfrentar a maior crise econ么mica de sua hist贸ria”.

PSDB vota pela inabilita莽茫o para fun莽玫es p煤blicas
Por 42 votos a 36, o Senado tamb茅m decidiu que Dilma Rousseff n茫o ficar谩 inabilitada para assumir fun莽玫es p煤blicas por oito anos. O PSDB se posicionou contr谩rio a essa possibilidade. Para o senador Aloysio Nunes Ferreira, 茅 imposs铆vel separar a perda de mandato de Dilma da inabilita莽茫o. Ele disse que a pretens茫o de manter a possibilidade de Dilma exercer tais fun莽玫es corresponde a pedir que o Senado seja “condescendente e complacente” ao deixar de aplicar a pena prevista para o crime de responsabilidade.

Confira o discurso em que o senador pediu a inabilita莽茫o da ex-presidente:

Deixe uma resposta

O seu endere莽o de e-mail n茫o ser谩 publicado. Campos obrigat贸rios s茫o marcados com *

Cadastre-se e receba as novidades do ITV

Instituto Teot么nio Vilela: SGAS 607 Bloco B M贸dulo 47 - Ed. Metr贸polis - Sl 225 - Bras铆lia - DF - CEP: 70200-670