Diversidade Tucana completa uma década de luta pela igualdade de direitos

Publicado em:

28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBT+, dia que lembra a luta contra a viol√™ncia sofrida pela comunidade LGBT+, impedida de frequentar bares e lugares p√ļblicos como o¬†Stonewall Inn¬†de Nova York.

O 28 de junho nos remete a 1969, quando integrantes da comunidade LGBT, já cansados da repressão imposta pela polícia novaiorquina, decidem se manifestar contra a violência, com faixas reivindicando respeito e direitos iguais.  Mais tarde, essa manifestação ficou conhecida como Revolta de Stonewall, movimento que se espalhou e influenciou as Paradas do Orgulho LGBT ao redor do mundo, trazendo a comunidade LGBT para o centro do debate sobre direitos civis.

Diversidade Tucana
O PSDB tem um secretariado voltado para essa pauta, o Diversidade Tucana. Entre outras metas, o segmento procura sempre inserir essa demanda da sociedade nas discuss√Ķes do partido e em planos de governo. O Diversidade Tucana Nacional completa, neste junho de 2020, 10 anos de exist√™ncia.

SAIBA MAIS SOBRE O DIVERSIDADE TUCANA

Para celebrar a primeira década de vida, representantes do segmento responderam perguntas sobre diversidade, igualdade de direitos e orgulho LGBT. Confira!

Qual a import√Ęncia de termos um segmento voltado para a causa LGBT+ dentro do partido?
Marcos Fernandes, Presidente de Honra do Diversidade Tucana Nacional ‚ÄstO Diversidade Tucana trouxe para o PSDB a voz da popula√ß√£o LGBT+ e assim criou e apoiou pol√≠ticas p√ļblicas capazes de fortalecer a cidadania e a dignidade das pessoas em situa√ß√£o de maior vulnerabilidade. O partido n√£o √© apenas espa√ßo de disputa de poder, √© tamb√©m espa√ßo de luta e defesa da vida e cidadania plena aos segmentos de nossa sociedade.

Como ampliar o di√°logo sobre direitos LGBT+ no partido e sociedade?
Edgar de Souza, Presidente Nacional do Diversidade Tucana ‚Äst√Č preciso construir pontes, sentar √† mesa e dialogar de maneira franca, utilizando a comunica√ß√£o como uma das principais estrat√©gias que para ampliar o di√°logo sobre os direitos LGBT+ no partido e na sociedade.

Precisamos entender que comunica√ß√£o n√£o √© apenas aquilo que n√≥s falamos, mas aquilo que as pessoas entendem tamb√©m. √Č preciso estabelecer uma maior proximidade com as pessoas, rompendo preconceitos, concep√ß√Ķes equivocadas √† respeito da comunidade LGBT+.

Enquanto comunidade LGBT+, temos que ampliar os nossos la√ßos de intera√ß√£o com outras lutas, em especial com a luta anti-racismo e no enfrentamento ao sexismo, mostrando que a √ļnica ‚Äúideologia de g√™nero‚ÄĚ que existe √© o machismo e todas as suas consequ√™ncias perversas.

S√≥ existe democracia com profundo e amplo respeito √† diversidade, afinal a diversidade √© a alma da democracia. Uma sociedade plural e diversa √© uma sociedade democr√°tica. Fazer um debate mostrando a import√Ęncia de uma sociedade que tenha o respeito √† todas as manifesta√ß√Ķes humanas a toda forma de se expressar e viver √© fundamental, a comunidade LGBT+ n√£o √© um movimento pol√≠tico, mas √© uma comunidade humana que precisa ter seus direitos de exist√™ncia e cidadania amplamente defendidos e preservados como outros grupos.

O Diversidade Tucana busca construir aliados a partir do conceito de que a democracia é o espaço de todas, todos e todes.

Qual a mensagem que vocês querem deixar para a comunidade LGBT?
Hosilene de Ara√ļjo Lubacheski, Vice-Presidente Nacional do Diversidade Tucana ‚ÄstHoje √© dia de nos orgulharmos de quem somos, das nossas lutas, conquistas, das nossas cores!! Principalmente, n√≥s mulheres.

A luta j√° come√ßa por sermos mulheres, o machismo √© a base de tudo, essa √© nossa primeira luta! O preconceito adv√©m do machismo, por isso, sofrem ainda mais, as mulheres l√©sbicas, trans e bissexuais, cada uma de n√≥s carrega o peso de n√£o ‚Äúseguir o padr√£o‚ÄĚ social da mulher exclusivamente feminina, que est√° para ser somente m√£e, para ser da vida privada, n√£o da vida p√ļblica!!

Por isso é tão importante este dia pra nós, nossa luta é muito maior, e devemos nos orgulhar de não nos calarmos diante de tanta opressão.

Bora manas!!! Hoje é nosso dia!!! Bora continuar a luta, com muito orgulho!! Vai ter mulher LBT na política sim!!

O que é ter orgulho?
Ricardo Olimpio,¬†Secret√°rio Nacional de Comunica√ß√£o do Diversidade Tucana ‚ÄstTer orgulho √© entender que mesmo quando a sociedade diz que voc√™ n√£o tem direitos, quando sua fam√≠lia n√£o te apoia e muitos dizem que voc√™ n√£o pode ser feliz, voc√™ encontra for√ßas para se amar, resistir, estudar, trabalhar e lutar por respeito e cidadania.

(*) Do Diversidade Tucana

Os coment√°rios est√£o desativados.

Cadastre-se e receba as novidades do ITV

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670