Analfabetismo dobrou no Brasil entre 2019 e 2022

Publicado em:

De acordo com o novo relatório “Pobreza Multidimensional na Infância e Adolescência no Brasil”, lançado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a proporção de crianças de até sete anos que não sabem ler e escrever dobrou entre 2019 a 2022, subindo de 20% para 40%. É preciso ter um olhar especial para nossas crianças. O Brasil do futuro só é possível com o foco na educação.

Ponto de vista

Últimas postagens

Instituto Teotônio Vilela: SGAS 607 Bloco B Módulo 47 - Ed. Metrópolis - Sl 225 - Brasília - DF - CEP: 70200-670