O Destino de Lula não é o Destino do Brasil

Publicado em:

PT tenta transformar julgamento em apenas mais um capítulo da campanha eleitoral, mas decisão do TRF-4 trata ex-presidente como ele é: um condenado a 12 anos de prisão

Luiz In√°cio Lula da Silva e seus partid√°rios fizeram tudo para transformar este 24 de janeiro numa data de import√Ęncia hist√≥rica. Buscaram dar contornos √©picos ao que √© apenas mais um cap√≠tulo escrito pela Justi√ßa brasileira. O que mais lhes conv√©m √© circunscrever a trajet√≥ria do pa√≠s aos interesses do PT. Mas o Brasil √© muito mais que isso.

Nesta quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 4¬™ regi√£o apenas cumpriu o papel que lhe cabia: julgar em segunda inst√Ęncia a condena√ß√£o imposta ao ex-presidente pelo juiz Sergio Moro por pr√°tica de crimes de corrup√ß√£o passiva e lavagem de dinheiro. Lula foi apenas mais um r√©u e n√£o um candidato a m√°rtir, como ele e seus seguidores gostariam. Cabe-lhe cumprir os 12 anos e um m√™s de cadeia a que foi condenado.

Para os petistas, a decisão desta manhã é apenas mais um detalhe em sua guerra pelo poder. A cartilha de Lula e do PT é conhecida: quem não está conosco está contra o país. No seu script, o julgamento desta manhã nada mais foi do que um ato da campanha que travam para boicotar o país e retomar o governo, traço permanente de seu grupo político. Para tanto, vale tudo. Inclusive, e sobretudo, a incitação à violência.

Os √ļltimos dias foram pr√≥digos em mostrar qual Brasil o PT pretende. Os liderados de Lula prometem luta e at√© morte. N√£o agem s√≥s. O pr√≥prio Lula se encarrega de p√īr fogo no circo, como fez ontem em com√≠cio em Porto Alegre, numa clara afronta √† sess√£o do julgamento realizada hoje pelo TRF-4.

√Č este grupo disposto a tudo que precisa ser derrotado nas urnas em outubro. Sua disposi√ß√£o para o tumulto ultrapassa qualquer apre√ßo que possa alimentar pela democracia. Ali√°s, se pudesse, certamente o PT j√° teria dizimado os pilares representativos do nosso sistema pol√≠tico e os substitu√≠do por canais diretos, t√≠picos de regimes totalit√°rios.

O PT cunhou seu slogan para tentar transformar o processo jur√≠dico e legal envolvendo o ex-presidente da Rep√ļblica em parte do processo eleitoral: Elei√ß√£o sem Lula √© golpe. Mas a verdadeira cren√ßa petista √© distinta: elei√ß√£o¬†– qualquer que seja¬†– √© golpe. O que gostariam mesmo √© que prevalecesse sobre a vontade soberana do povo brasileiro a devo√ß√£o que uma parcela de sect√°rios reserva a seu l√≠der.

√Č evidente que Lula e os seus n√£o desistir√£o de disputar o pleito presidencial deste ano. O PT far√° o poss√≠vel e o imposs√≠vel para que Lula esteja na urna eletr√īnica em outubro, porque o que menos lhe interessa √© cumprir o que a Justi√ßa determina. O que o PT quer √© que seu l√≠der-mor seja tratado acima do bem e do mal, como se fosse o demiurgo do qual a vida dos brasileiros depende e depender√°, e n√£o o cidad√£o comum sujeito aos ditames da lei.

A condena√ß√£o de Lula em segunda inst√Ęncia reitera os crimes, a afronta √† lei e aos princ√≠pios da moralidade no servi√ßo p√ļblico que ele e seus companheiros de governo cometeram desde 2003. As vantagens indevidas decorrentes do tr√≠plex no Guaruj√° s√£o apenas uma¬†– e talvez a menos severa¬†– das v√°rias acusa√ß√Ķes que pesam contra o petista. Ele fez bem pior.

Lula p√īs o Estado brasileiro a seu servi√ßo e do PT. Negociou decis√Ķes de governo em troca de dinheiro e benesses privadas, acusa√ß√£o que √© objeto de outro processo cuja decis√£o j√° desponta no horizonte pr√≥ximo. Fez distribuir, como mostrou a revista¬†√Čpoca¬†desta semana, benef√≠cios √† fam√≠lia Lula da Silva, igualmente em troca de nacos do poder.

Em outubro, a popula√ß√£o vai escolher se quer ser governada pelo l√≠der da fac√ß√£o que assaltou o Estado brasileiro e carrega nas costas uma senten√ßa de pris√£o pelos delitos que cometeu, confirmada em segunda inst√Ęncia pelo TRF-4 nesta manh√£, ou se prefere aprofundar o caminho da recupera√ß√£o que, a duras penas, o pa√≠s vem obtendo depois que conseguiu livrar-se do jugo criminoso do PT. O destino de Lula n√£o √© o destino do Brasil.

– Carta de Formula√ß√£o e Mobiliza√ß√£o Pol√≠tica N¬ļ 1725

Os coment√°rios est√£o desativados.

Cadastre-se e receba as novidades do ITV

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670