Organização Criminosa (Carta 1169)

Publicado em:

Carta de Formulação e Mobilização Política, 29 de junho de 2015, No. 1169

Dinheiro sujo irrigou as campanhas de Luiz In√°cio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Dinheiro da corrup√ß√£o financia o partido da atual e do ex-presidente da Rep√ļblica. Para os petistas, era tudo ‚Äúpixuleco‚ÄĚ. Para os brasileiros, √© a prova (mais uma) de um crime que precisa ser exemplarmente punido. As grav√≠ssimas revela√ß√Ķes vieram a p√ļblico em reportagens da revista¬†Veja¬†e do jornal¬†O Estado de S. Paulo¬†neste fim de semana. S√£o parte da dela√ß√£o premiada feita por Ricardo Pessoa, engenheiro da construtora UTC e tido como ‚Äúchef√£o‚ÄĚ do grupo de empreiteiras que movimentou bilh√Ķes em propina surrupiados de estatais, em especial a Petrobras. As campanhas petistas teriam sido financiadas com dinheiro de caixa dois desviado de contratos mantidos por grandes empreiteiras com nossas estatais. Para a de Lula, foram R$ 2,4 milh√Ķes; para Dilma, R$ 7,5 milh√Ķes. No total, veio muito mais, irrigando cofres petistas pelo pa√≠s afora, n√£o apenas em √©pocas eleitorais, mas de forma cont√≠nua. As revela√ß√Ķes de Pessoa eram aguardadas h√° tempo. No in√≠cio do ano, ele fez chegar √† imprensa que o ministro da Comunica√ß√£o e tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, estava ‚Äúpreocupad√≠ssimo‚ÄĚ com o que o empreiteiro tinha a revelar. Silva √© um dos¬†ministros palacianos diretamente envolvidos no esc√Ęndalo da hora ‚Äď o outro √© Aloizio Mercadante (Casa Civil), de alopradas transa√ß√Ķes no passado. A √ļnica rea√ß√£o do partido da boquinha at√© agora foi dizer, mais uma vez, que fez o que todo mundo faz, na tentativa de p√īr no mesmo saco quem tem o controle do caixa bilion√°rio das estatais e quem n√£o passa nem na cal√ßada delas. O PT tamb√©m fez saber que tentar√° enquadrar o ministro da Justi√ßa, talvez pensando, quem sabe, em mandar prender a Pol√≠cia Federal. O que Pessoa relatou n√£o conflita em nada com tudo o que vem sendo descoberto pela Opera√ß√£o Lava Jato desde mar√ßo do ano passado. As pe√ßas formam um quebra-cabe√ßa coerente, articulado e planejado. Colam-se com perfei√ß√£o com outras revela√ß√Ķes j√° feitas por outros investigados. Tamb√©m por isso, o¬†STF homologou a dela√ß√£o de Pessoa. Desde que ascendeu ao poder, o PT adotou a corrup√ß√£o como pol√≠tica de governo e como m√©todo de gest√£o. Come√ßou com a compra de apoio parlamentar por meio do mensal√£o e foi ganhando tent√°culos que transformaram o aparato estatal num imenso balc√£o de neg√≥cios. O petrol√£o √© a forma mais sofisticada de assalto ao Estado j√° vista. A Justi√ßa Eleitoral j√° investiga o caso e ouvir√° Pessoa. Se ficar comprovado que dinheiro desviado da Petrobras e de outras estatais financiou Dilma, assim como fez com Lula, estar√° caracterizada fraude e aberto o caminho para a impugna√ß√£o da chapa vencedora. Uma coisa √© clar√≠ssima: o pa√≠s tem sido governado, ao longo destes √ļltimos anos, n√£o por um partido, n√£o por mandat√°rios legitimamente eleitos, mas por uma verdadeira organiza√ß√£o criminosa.

Ponto de vista

√öltimas postagens

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670