O que Dilma tanto esconde? (Carta 1016)

Publicado em:

Carta de Formulação e Mobilização Política, 23 de outubro de 2014, No. 1016

Adiar ou manipular dados oficiais, subordinando descaradamente institui√ß√Ķes de Estado a interesses de governo, tornou-se a√ß√£o recorrente de governos do PT. √Č uma mistura indigesta de censura, falta de transpar√™ncia e desrespeito aos cidad√£os. O que a administra√ß√£o Dilma tanto esconde? Por receio de que n√ļmeros negativos possam atrapalhar a campanha de Dilma Rousseff, o governo federal engavetou a divulga√ß√£o de indicadores sobre economia e educa√ß√£o, informa hoje a¬†Folha de S.Paulo. A pr√°tica tem se tornado recorrente: o que √© ruim, o governo esconde. De prefer√™ncia, at√© depois das elei√ß√Ķes. Depois de retardar a divulga√ß√£o do Ideb relativo a 2013, com √≥bvia inten√ß√£o de ocultar que Minas continua tendo o melhor ensino fundamental do pa√≠s, o governo petista agora atrasa a publica√ß√£o do desempenho dos alunos em portugu√™s e matem√°tica, que normalmente √© apresentado at√© o m√™s de agosto. J√° a divulga√ß√£o de √≠ndices sobre o¬†desmatamento¬†da Amaz√īnia, cujos n√ļmeros s√£o divulgados todos os meses, foi postergada para novembro. A censura do governo do PT √†s estat√≠sticas tamb√©m atinge dados econ√īmicos. A previs√£o √© de que o resultado da¬†arrecada√ß√£ode tributos de setembro, que n√£o deve vir favor√°vel ao governo, seja divulgado somente depois das elei√ß√Ķes de domingo. Tradicionalmente os n√ļmeros mensais v√™m a p√ļblico at√© dia 25 de cada m√™s. O Ipea tamb√©m sofre com a excessiva inger√™ncia do Planalto. Na semana passada, em decis√£o in√©dita, o √≥rg√£o simplesmente proibiu a publica√ß√£o de estudo sobre a evolu√ß√£o do n√ļmero de miser√°veis no pa√≠s. Em resposta, um diretor do √≥rg√£o pediuexonera√ß√£o. N√£o se trata da primeira pesquisa engavetada pelo Ipea. Em setembro, o √≥rg√£o havia¬†barrado¬†a divulga√ß√£o de estudo que mostrava o crescimento da concentra√ß√£o de renda no pa√≠s desde 2006. H√° algumas semanas, funcion√°rios do IBGE entraram em p√© de guerra com o governo porque viram suas pesquisas serem cerceadas depois que os primeiros resultados da nova Pnad Cont√≠nua mostraram um retrato do desemprego mais feio do que o discurso oficial pinta. A pesquisa chegou a ser¬†suspensa¬†‚Äď depois o governo recuou. O Brasil est√° √†s v√©speras de eleger o governo que comandar√° o pa√≠s pelos pr√≥ximos quatro anos. Numa atitude in√©dita, a candidata oficial sequer apresentou seu programa de governo, embora prometa ‚Äúnovas ideias‚ÄĚ. Na realidade, oferece ao pa√≠s um salto no escuro. Ningu√©m sabe ao certo quais rumos Dilma Rousseff pretende dar ao pa√≠s, se reeleita. Do jeito que as coisas andam, n√£o d√° sequer para saber como est√° o pa√≠s hoje. O que √© certo √© que, com o PT, a censura a tudo que n√£o seja favor√°vel ao governo tornou-se a t√īnica, um tempo de muitas trevas e poucas luzes.

√öltimas postagens

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670