Infeliz anivers√°rio

Publicado em:

A cada ano que passa, o PT defronta-se com esc√Ęndalos cada vez mais cabeludos. Agora volta a defender a receita econ√īmica que levou o pa√≠s ao buraco em que se encontra

Carta de Formula√ß√£o e Mobiliza√ß√£o Pol√≠tica, 26 de fevereiro de 2016, N¬ļ 1310

A cada ano, o enredo se repete. O PT comemora seu anivers√°rio de funda√ß√£o envolto na ‚Äúpior crise de sua hist√≥ria‚ÄĚ. A cada ano, descobrem-se casos ainda mais rumorosos envolvendo o partido que se intitula ‚Äúdos trabalhadores‚ÄĚ nas mais grossas falcatruas j√° cometidas por uma agremia√ß√£o pol√≠tica no Brasil.

Os 36 anos de fundação do PT serão festejados com samba pelos petistas neste fim de semana. Só pode ser o do crioulo doido. A legenda é hoje, disparada, a mais rejeitada pelos brasileiros: 38% a consideram o partido de que menos gostam, segundo pesquisa divulgada pelo Ibope em novembro passado.

A presidente eleita pela sigla √© a mais impopular da hist√≥ria brasileira. E, para coroar, o nome do seu l√≠der-mor, Lula, √© hoje mais associado aos mais cabeludos casos de roubalheira j√° descobertos no pa√≠s do que a suas realiza√ß√Ķes na presid√™ncia da Rep√ļblica: 70,3% dos brasileiros o consideram culpado por corrup√ß√£o, segundo pesquisa divulgada nesta semana pelo instituto¬†MDA.

Mesmo nas cordas, o PT nunca deixa de inovar. Na festa prevista para este fim de semana, o partido vai exercitar seu costumeiro movimento pendular, e tentar ser governo e oposição ao mesmo tempo. Vai buscar fingir que não tem nada a ver com a ruína que a presidente eleita pelo partido, ungida pelo seu líder-mor, promove. Elegeram Dilma? Agora aguentem.

Os petistas prepararam um ‚Äúplano de emerg√™ncia‚ÄĚ que serviria, segundo afirmam, para ‚Äúretomar as mudan√ßas‚ÄĚ. Mas a receita petista n√£o tem nada de novo: prega a ressurrei√ß√£o das pr√°ticas e pol√≠ticas que colaboraram diretamente para jogar o Brasil no buraco em que se encontra hoje. Pr√°ticas e pol√≠ticas que Lula come√ßou e Dilma aprofundou.

A bula dos petistas para mudar o mundo tem os seguintes ingredientes: eleva√ß√£o de impostos (metade das 16 medidas sugeridas), redu√ß√£o da taxa de juros na marra, aumento da concess√£o de cr√©ditos, maior investimento do Estado. Alguma semelhan√ßa com a velha ‚Äúnova matriz econ√īmica‚ÄĚ n√£o √© mera coincid√™ncia. O PT deixa claro: a sa√≠da est√° em ‚Äúdobrar a aposta‚ÄĚ no modelo falido adotado desde 2008. Algu√©m se aventura?

No seu convescote deste fim de semana, os petistas prometem defender Lula e ensaiam at√© esculachar Dilma ‚Äď um passo al√©m do que fizeram no programa exibido na TV nesta semana, em que ignoraram a presidente. Nesta pauta, bem que poderiam incluir o item da hora: a constata√ß√£o, cada vez mais forte, de que propina desviada das estatais financiou o projeto de poder do partido, como refor√ßa hoje¬†O Globo.

A enganosa capa de √©tica e modernidade do PT j√° ficou, esfarrapada, na poeira do tempo. Agora a associa√ß√£o direta da sigla √© com a corrup√ß√£o grossa e com o ide√°rio retr√≥grado ‚Äď como ficou claro, mais uma vez, na vota√ß√£o das mudan√ßas nas regras do pr√©-sal. Sua pantomima acabou. Bem antes de envelhecer, os petistas ficaram gag√°s.

√öltimas postagens

Instituto Teot√īnio Vilela: SGAS 607 Bloco B M√≥dulo 47 - Ed. Metr√≥polis - Sl 225 - Bras√≠lia - DF - CEP: 70200-670