Reformas Estruturais
Em audiência com ministro Paulo Guedes, tucanos defendem reforma previdenciária justa
04 de Abril de 2019
Deputados do PSDB acompanharam, nesta quarta-feira (3), audiência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ). Ele admitiu que a proposta de reforma da Previdência passará por modificações.

A reunião durou mais de seis horas e foi encerrada após bate-boca na comissão. Nesta quinta-feira (4), o colegiado discutirá a reforma com juristas.

Os parlamentares tucanos têm reforçado o posicionamento pela manutenção nas regras de aposentadoria rural e no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Os tucanos cobram mudanças no texto da proposta apresentada pelo governo.

Na audiência desta quarta-feira, Guedes lembrou que caberá ao Congresso decidir o que continuará na reforma. O ministro defendeu um sistema de capitalização para a Previdência, onde cada trabalhador, no futuro, contribuiria para sua própria aposentadoria.

Defendeu ainda os itens que, pela proposta do governo, passariam pela chamada desconstitucionalização.

Deputados como Celso Sabino (PA), Nilson Pinto (PA), Shéridan (RR), Bruna Furlan (SP), Vitor Lippi (SP) e Samuel Moreira (SP) acompanharam o debate.

Segundo Moreira, o Congresso não pode "enterrar a reforma", já que existe a real necessidade de mudanças na Previdência. O parlamentar cobrou do governo as projeções reais para que os deputados possam fazer os cálculos e definir seus posicionamentos. Para ele, é preciso fazer justiça, acima de tudo.

Do PSDB na Câmara

Comentários