Reformas Estruturais
Cinco visões da agenda de prioridades para o Brasil pós-impeachment
11 de Agosto de 2016

Em série de cinco artigos, o Instituto Teotônio Vilela pediu a cientistas políticos, economistas e pesquisadores uma análise das agendas prioritárias para o Brasil, com as definições dos processos de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e de cassação do deputado Eduardo Cunha. A conclusão comum é de que a recuperação da confiança na condução da política econômica e da estabilidade política entre os três poderes da República são condições fundamentais para o País retomar o caminho do crescimento.

Leia e compartilhe os artigos da série especial clicando nos links de cada autor:


Comentários