Reforma Política
Solução para crises demanda pacto imediato e liderança com propósito, diz Almino Affonso
22 de Dezembro de 2016
Testemunha de momentos históricos da política brasileira, o ex-ministro, ex-vice-governador e ex-deputado Almino Affonso sintetiza a atual crise como uma "cachoeira" que precisa ser atravessada. Para tanto, porém, é preciso liderança e propósito, de modo a fortalecer o sistema democrático, a economia nacional e o diálogo entre diversos setores e grupos na sociedade. "O que hoje mais me inquieta no quadro brasileiro é que você não tem uma proposição a partir da qual você possa convocar a grande maioria do país para apoiar", afirma Almino Affonso. Para o ministro do Trabalho no governo João Goulart e deputado federal pelo PSDB no primeiro mandato do governo Fernando Henrique Cardoso, é preciso um pacto imediato para vencer os obstáculos da crise.

Em entrevista ao Portal do ITV, Almino Affonso examina a conjuntura atual sob o olhar de quem viveu as crises políticas e econômicas dos anos 1960, a formação da ditadura militar e a derrocada do regime, a redemocratização e a estabilização da economia nos anos 1990. Para ele, faltam no Brasil de hoje partidos inovadores, lideranças individuais e vozes que falem ao país que consigam ter maior representatividade. Contudo, esse cenário é típico de momentos de transição e indicam ausências que devem ser conquistadas com propostas positivas e responsabilidade política, na avaliação de Almino Affonso. "Não há lugar vazio, o vazio se ocupa", afirma, citando o filósofo Aristóteles.

Veja aqui a entrevista na íntegra

Comentários