Reforma Política
Para FHC, PSDB não pode ter medo de dizer o que precisa ser feito nem de fazer autocrítica
20 de Setembro de 2016
Presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique Cardoso diz em entrevista ao Portal do ITV que o partido tem "energia para fazer coisas" e agora é a hora de "transmitir essa energia ao povo e ao país". "Está na hora de o PSDB ser afirmativo e com gente que seja capaz de dizer as coisas com clareza, sem medo de dizer as coisas como elas são e sem ter medo de fazer autocrítica", ensina o ex-presidente da República.

FHC gravou uma das duas mensagens que estreou o Conversa com os Candidatos, canal de comunicação direta do Instituto Teotônio Vilela com os mais de 35 mil candidatos e candidatas do PSDB aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nos 5.568 municípios brasileiros. No vídeo, o ex-presidente havia ressaltado a importância de o partido estar "junto das pessoas".

Agora, nesta entrevista, Fernando Henrique afirma que o PSDB precisa reforçar a "vontade de mudar para valer" o que precisa ser consertado no país e rechaça quem acusa o partido de ser "dividido". "Nós temos é muitos líderes. O PSDB nunca foi um partido de um só dono", explica. "O fato de nós abrirmos o jogo e dizermos que um pensa de um jeito, outro de outro, não é mal, desde que se chegue a uma certa confluência."

Comentários