Inclusão Social
Para FHC, prioridade da reforma da Previdência deve ser redução da desigualdade social
13 de Maio de 2019
Em tuíte postado neste domingo (12), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu que a reforma da Previdência tenha como principal objetivo a redução da desigualdade social, mas sem descuidar da redução do endividamento público em longo prazo. Ele citou a participação de Eduardo Moreira, economista formado pela Universidade da Califórnia de San Diego (UCSD), na audiência pública da Comissão Especial da Reforma da Previdência, em 9 de maio passado, que defendeu que a reforma não mexa com os mais pobres.

"Ouvi depoimento do economista, que não conheço, Eduardo Moreira sobre a reforma da Previdência: o ponto dele é correto, tiremos dos que mais ganham, não dos pobres. A reforma é necessária, mas o olhar tem que ser tanto fiscal quanto redistributivo. Eis a questão e a dificuldade", tuitou o ex-presidente.

O ponto ressaltado por Moreira, na audiência, é que a proposta apresentada pela equipe econômica mexe com todos os estratos sociais. E tende a sacrificar a população de mais baixa renda.

"Você não diminui desigualdade tirando do que tem mais e tirando do que tem menos. Tira só do que tem mais", criticou Moreira, acrescentando que "qualquer coisa que se tira dos pobres faz toda diferença".

Comentários