Eleições
PSDB confirma pré-candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência
20 de Março de 2018
Em coletiva à imprensa, governador propõe elevar correção de fundos sociais, a começar pelo FGTS

O governador de São Paulo e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, foi confirmado nesta terça-feira (20/03) pré-candidato do partido à Presidência da República. Em coletiva à imprensa, ele afirmou que vai trabalhar com grande empenho para ter o melhor projeto para o Brasil: crescimento econômico, emprego e renda. "Destravar a economia, desburocratizar, reforma tributária, reforma da Previdência, juros mais baixos", disse.

Alckmin ressaltou que também concentrará esforços na defesa de justiça pública e social, lembrando que, em 18 anos, São Paulo conseguiu reduzir o número de homicídios no estado. Segundo o tucano, em 2000, foram registrados 13 mil assassinatos em São Paulo, enquanto no ano passado, o número caiu para 3.503.

"O Brasil tem uma decisão importante: de um lado, voltar ao populismo que levou à recessão sem precedentes, com quase 13 milhões de desempregados - um retrocesso do ponto de vista social e econômico, ou avançar. E essa é a nossa proposta", completou.

Ainda na coletiva, Alckmin adiantou que o Instituto Teotônio Vilela, presidido pelo senador Tasso Jereissat (CE), cumprirá a função de coordenar os estudos e propostas que vão integrar o programa de governo do partido.

Confira trechos da entrevista.

Comentários