Inclusão Social
“Rodada Social” ouve demandas da população nas cinco regiões do Brasil
12 de Junho de 2014
Sugestões serão agrupadas pela Coordenação Colegiada de Políticas Sociais do PSDB e incluídas no programa de governo do partido
O  Instituto Teotônio Vilela (ITV), em parceria com os diretórios estaduais do PSDB, realizou no mês de maio a “Rodada Social” – ciclo de debates com o objetivo de ouvir as impressões da sociedade brasileira sobre as políticas sociais atualmente existentes, além de suas sugestões de aprimoramento e inovação para a área. Os encontros aconteceram em Curitiba (12/05), Campina Grande (16/05), Goiânia (23/05), Manaus (30/05) e São Paulo (31/05), reunindo lideranças políticas e de movimentos sociais. No próximo dia 23, a Coordenação Colegiada de Políticas Sociais do PSDB se reune em Belo Horizonte para analisar as sugestões ouvidas, que serão encaminhadas ao ex-governador Antônio Anastasia e incorporadas ao programa de governo do PSDB.
O partido tem o compromisso com a preservação das conquistas sociais dos últimos anos, entre elas, os programas de transferência de renda – efetivamente implantados no País durante o governo Fernando Henrique Cardoso e agrupados na chamada Rede de Proteção Social. Esses programas, notadamente o Bolsa Escola, o Auxílio Gás, o Bolsa Alimentação e o Cartão Alimentação, foram unificados  no Bolsa Família, hoje considerado fundamental para que o Brasil possa construir um processo real de inclusão. Tanto, que o pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, já reconheceu sua importância, apresentando projeto de lei com o objetivo de transformar o Bolsa Família em programa de Estado.
No entanto, há a percepção de que é preciso fazer mais. “Precisamos criar oportunidades que permitam ao cidadão se emancipar da tutela do Estado, transformando-se em protagonista de sua própria história. É preciso promover as reformas necessárias para dinamizar a atividade social e inserir o país em um ciclo de crescimento, prosperidade e maior segurança aos avanços sociais”, avalia a ex-deputada federal Rita Camata (PSDB-ES). Ao lado do deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB-MG), ela encabeça a Coordenação Colegiada de Políticas Sociais do partido.
“Um dos objetivos da ‘Rodada Social’ foi debater ideias e encontrar propostas para o Plano de Governo do PSDB. O partido buscou ouvir as demandas de cada região e também aproveitar as experiências bem sucedidas”, acrescenta Rita Camata. Segundo ela, há mais de 80 bons projetos de assistência social, educação e saúde sendo desenvolvidos nos estados e municípios governados pelo PSDB.
“Estamos trabalhando com uma ampla visão de assistência social. Já ouvimos especialistas e realizamos a ‘Rodada Social’, que foi muito bem sucedida. A proposta é que o programa de governo retrate a realidade e atenda às demandas de cada região”, completa Eduardo Barbosa.
A Coordenação Colegiada pretende traçar uma proposta de política social clara, com explicitação de metas a serem alcançadas para que desponte um novo ciclo de crescimento e rompimento da pobreza. Isso inclui dinamizar o processo de mudanças internas , como a melhoria da educação, a aceleração do programa de transferência de renda e outras ações que estejam na pauta da sociedade brasileira para garantir a superação da pobreza.
 
A opinião de quem participou
É necessário refletir sobre um novo paradigma de Brasil. O desafio que se avizinha é muito maior que o contexto puramente eleitoral, pois transcende para uma concepção sobre o futuro que queremos e precisamos traçar para a nação”. Ronaldo Cunha Lima Filho, vice-prefeito de Campina Grande
“É importante que o PSDB tenha conhecimento das realidades locais para fazer um plano de governo para o País. A ‘Rodada Social’ está debatendo o Brasil, discutindo o futuro, o que é essencial para avançarmos em diversas áreas”. Ruy Carneiro, deputado federal (PSDB-PB)
A ‘Rodada Social’ mostra como o PSDB valoriza o diálogo e a participação da população na construção das políticas públicas. Os debates permitem que a população tenha voz e participe ativamente da construção do plano de governo nacional”. Juraci Barbosa, presidente do ITV do Paraná
Essa iniciativa é o ponta pé inicial para a construção de políticas públicas adequadas para serem apresentadas no plano de governo do partido. É importante discutir, ouvir as pessoas sempre. É gratificante para nós conversarmos sobre os problemas da nossa região”. Arthur Virgílio Bisneto, deputado estadual e presidente do PSDB do Amazonas

Comentários