PSDB
Tasso Jereissati: com o fim da inflação, desafio atual para a economia brasileira é o ajuste das contas públicas
02 de Julho de 2019
Após 25 anos de implantação do Real, que pôs fim a sucessivos períodos de hiperinflação, um dos grandes desafios da economia brasileira hoje é resolver a situação das contas públicas, avalia o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Designado relator da reforma da Previdência no Senado, ele considera que a alteração no sistema de aposentadorias e pensões é o primeiro passo na direção desse ajuste.

"Aquilo que era o nosso grande problema, que era a inflação, hoje são as contas públicas que se tornaram o grande inimigo do crescimento no Brasil", disse em entrevista nesta segunda-feira (01/07). "A Previdência é o primeiro passo essencial, mas muita coisa tem de ser feita ainda", completou.

Tasso ressaltou que o Real representou uma mudança fundamental no Brasil. Com a estabilidade econômica, foi possível ao país obter melhorias em vários outros setores. "Todos os projetos sociais, avanços que nós temos - educação, saúde, emprego, que tivemos nos últimos anos, e infelizmente perdendo agora, é graças ao Plano Real. O brasileiro tem outro nível de vida", concluiu. 

Então presidente nacional do PSDB, Tasso foi peça importante na articulação política pela aprovação do Plano Real no Congresso. Eleito governador do Ceará em outubro de 1994, ele fez parte do grupo de gestores que ficaram conhecidos como os "fiadores do Real", já que o plano incluiu uma série de medidas para ajustes de contas também nos estados, entre elas, a liquidação e privatização de bancos e empresas públicas e o enquadramento, mais tarde, na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Comentários