Segurança Pública
Carta Conjuntural da Juventude do PSDB: temos muito a dizer sobre os problemas mais indisfarçáveis do país
27 de Fevereiro de 2018
Nunca, no curso dos acontecimentos políticos do nosso país, tanta coisa mudou em tão pouco tempo. Desde 2013, pelo menos, as placas tectônicas da política brasileira se movem de maneira desigual e combinada, dando origem a uma nova arena pública na qual seus atores - novos e velhos - precisam se equilibrar, sem que nada os tenha preparado adequadamente para a enxurrada de desafios que deságua desde então.

A arqueologia das mudanças e os motivos pelos quais a velha ordem começou a sucumbir naquele momento - nem antes, nem depois - ainda serão extensamente debatidos pelas pessoas de poder e de saber, por anos a fio. Para quem efetivamente faz política, porém, a questão central é menos abstrata, mais urgente: qual deve ser a práxis para esta nova fase da vida nacional?

A juventude brasileira está atenta e forte. Olha e se movimenta, perguntando indignada se afinal é essa a parte que lhe cabe deste latifúndio. As respostas, não as esperamos de braços cruzados. Temos muito a dizer e fazer com respeito aos problemas mais indisfarçáveis do nosso país.

CLIQUE AQUI e conheça a Carta Conjuntural elaborada pela Juventude do PSDB, com propostas para educação, segurança e desenvolvimento

Comentários