Vidas poupadas
Mágino Alves Barbosa Filho
Mágino Alves Barbosa Filho
26 de Janeiro de 2017
São Paulo fechou 2016 com mais um recorde na redução de homicídios. A taxa de 8,47 vítimas por 100 mil habitantes é a menor da série histórica, iniciada há 16 anos, de forma pioneira, pelo Estado. Também é a mais baixa entre todos os Estados brasileiros, e está muito abaixo da média nacional.

Para efeito de comparação, segundo os dados mais recentes do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, de 2015, a taxa paulista era de 8,9 mortos por 100 mil habitantes, enquanto a do Brasil estava em 25,7. Esse índice continuou em queda no ano passado, atingindo, desde 2001, uma redução do número de mortes de 72%, de mais de 13 mil mortos para 3,6 mil.

Esse resultado é fruto do incansável trabalho dos nossos policiais militares, civis e científicos. Um contingente de mais de 117 mil homens e mulheres altamente treinados e equipados para levar segurança a toda a população paulista.

Leia a ÍNTEGRA do artigo, publicado pelo jornal Folha de S.Paulo em 24 de janeiro de 2017

Comentários