Cuidar, proteger, inovar
Bruno Covas
Bruno Covas
08 de Abril de 2019
Há exatamente um ano, ao assumir a Prefeitura de São Paulo, declarei que me sentia em dívida com a cidade. Aqui passei minha juventude, aprendi com meu avô a gostar de política, fiz grandes amigos, cursei duas faculdades e tive a bênção de ser pai.

Como se fosse pouco, São Paulo ainda me deu dois mandatos de deputado estadual, um de federal e um de vice-prefeito. Em 12 meses como prefeito, tenho muito orgulho de tudo o que foi feito, mas guardo uma certeza ainda maior que minha dívida ainda não foi quitada. Não foi pouco o que fizemos, mas está longe de ser o suficiente. São Paulo merece muito mais.

E, depois de um ano, podemos dizer que essa dívida será saldada. Nesse período, com todas as crises que abalaram a cidade e o país (desabamento de prédio no centro, greve de caminhoneiros, ruptura de viaduto, enchentes...), obtivemos conquistas importantes.

Vamos apenas resumir algumas que nos permitem hoje sonhar com dias melhores. Tivemos de renegociar contratos, enxugar despesas e cortar custos desnecessários. E tudo isso sem comprometer os serviços básicos e as áreas essenciais.

LEIA A ÍNTEGRA do artigo, publicado na Folha de S. Paulo, em 08/04/2019

Comentários