"Ascensão e queda", por Aécio Neves
Aécio Neves
Aécio Neves
03 de Agosto de 2015
Em 2008, quando o Brasil recebeu da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) o grau de investimento, o então presidente Lula e todo o seu governo comemoraram.
Era o reconhecimento de que somos "um país sério, que tem políticas sérias, que cuida de suas finanças com seriedade", disse Lula.

Semana passada, a mesma instituição alterou a perspectiva da nota de crédito do Brasil para negativa.
Em bom português, corremos o risco de perder o selo de bom pagador conferido pelo grau de investimento. Isso não é pouco.

Goste-se ou não dessas agências, elas influenciam o mundo dos negócios e o mundo da economia.



Leia a ÍNTEGRA do artigo, publicado no jornal "Folha de S. Paulo", em 03/08/2015

Comentários