“Bolsa Família digna aos brasileiros”, por Olyntho Neto
08 de Setembro de 2014

Da mesma proporção que o Brasil precisa de mudanças contundentes nas bases de suas políticas públicas para poder avançar, a população mais carente precisa de estímulos para alcançar sua dignidade. O dia 28 de maio de 2014 ficará marcado na história como a data em que demos um importante passo para a inclusão de milhões de brasileiros no mercado de trabalho – data da aprovação do projeto do senador Aécio Neves que mantém o benefício do Bolsa Família por até seis meses para aqueles que conseguirem aumento da renda familiar por meio de qualquer forma de trabalho.


Tal conquista é altamente relevante a cidadãos, antes aprisionados na jaula do assistencialismo eleitoral, e que hoje começam a ser impulsionados pela confiança e segurança de poderem arriscar sem perder o combustível que os moverá pelas ruas do crescimento. O Bolsa Família começa a avançar como um Programa realmente voltado ao crescimento do País no mesmo período em que a juventude sai às ruas e grita em busca de um Brasil de oportunidades, com famílias integradas numa rede de trabalho que garanta o funcionamento de uma “máquina” ágil, produtiva e ousada.


Não podemos ter medo de melhorar aquilo que não agrada 100% e por isso enfrentamos os interesses eleitoreiros do PT. No passado, a unificação dos programas, criados pelo PSDB, Bolsa Escola, Bolsa Alimentação e Vale-Gás resultaram no Bolsa Família, um avanço reconhecido por todos. Hoje o PT luta pela estagnação do Programa, mas o Partido da Social Democracia Brasileira luta para que o Bolsa Família se torne uma política permanente de Estado.


Os brasileiros não podem ficar reféns de interesses pessoais e o Governo não pode estimular o atraso da Nação. Bilhões de reais são pagos de impostos todos os anos e o que todos esperam é uma postura responsável de valorização do cidadão. A juventude tucana se sente orgulhosa por mais essa conquista do Partido. A aprovação do projeto de Aécio Neves se traduz em mais renda, auto estima, dignidade, prosperidade e uma mudança de valores que garantirá uma economia pulsante para os próximos anos.


É nesse caminho que queremos ver o nosso Brasil. O Bolsa Família é dos brasileiros. Segurança e oportunidades são bases de um País voltado ao desenvolvimento. Essa é a conquista, que em ano de Copa do Mundo, a juventude e todos os brasileiros querem festejar.


* Olyntho Neto é presidente nacional da Juventude do PSDB

Comentários