Mercosul e União Europeia, acordo estratégico
Aloysio Nunes Ferreira
Aloysio Nunes Ferreira
29 de Agosto de 2017

Nosso passado recente nos legou a certeza de que, no mundo de hoje, um modelo de desenvolvimento econômico pautado na autossuficiência acarreta ineficiência e prejudica a maioria do povo.


Felizmente, vivemos uma conjuntura na qual os Estados integrantes do Mercosul compartilham uma visão -a necessidade de maior integração de nossos países à economia global- e, nesse quadro, uma meta -a conclusão do Acordo de Associação entre o Mercosul e a União Europeia.


Em 21 de julho passado, o Brasil assumiu a presidência rotativa do Mercosul, na Cúpula de Mendoza, Argentina. Constatamos, já nos primeiros dias de nosso mandato, a prioridade que os quatro países atribuem àquele acordo.


Visito nesta terça (29) e quarta (30) a sede da União Europeia, em Bruxelas, onde me entrevistarei com a alta representante para Relações Exteriores e Política de Segurança, Federica Mogherini, e com a comissária de Comércio, Cecilia Malmström.

Leia a ÍNTEGRA DO ARTIGO, publicado no jornal "Folha de S.Paulo", em 29/08/2017

Comentários